quinta-feira, 28 de abril de 2011

MARIPOSAS


Enquanto eu te olhava nos olhos,
Meu amor,
Sentia o perfume primaveril
Que mariposas espalhavam
Esvoaçando entre flores e luar

Enquanto eu beijava você,
Meu amor,
Sentia o alento do verão na pele
E mariposas batendo as delicadas asas
Em volta de nossas cabeças

Enquanto eu corria pra você,
Meu amor,
Via folhas de outono caindo
E escutava mariposas entoarem
O canto do amor conjugal

E quando tudo acabou,
Meu amor,
Estremeci sob o inverno áspero
Observando as mariposas, mortas,
Congeladas na vidraça...

Nenhum comentário:

Postar um comentário