quarta-feira, 11 de julho de 2012

DIÁRIO DE UMA BAD GIRL (5ª Temp.) - 8



Sexta-feira, 06 de Julho de 2012

Querido Diário Macabro:

Selena começou a limpar o ferimento nas costas de Michael, um corte fundo provavelmente causado pela lâmina de Márcia, enquanto ele nos contava tudo o que havia acontecido.
- Eles me capturaram. – Dizia ele. – Me pegaram de guarda baixa. Eu estava em um cassino, fazendo meus negócios. E a baixinha de abordou. – Michael deu um sorriso amargo. – Ela me enganou direitinho, sabe? Se fez de moça inocente. Eu achava que a estava levando para a floresta, mas era ela que estava me levando.
Ele fez uma pausa, e ficamos todos em silêncio. Márcia tinha a mesma frieza e crueldade de Scorpion. Sempre planejando formas de enganar as pessoas, armadilhas e truques.
- Então os caçadores me prenderam. Achavam que eu era seu amigo, Stacy. – Disse ele, franzindo o cenho. – Achei que Márcia ia me matar, na moral. Mas ela me deixou escapar para dar um recado a vocês. Disse que já sabe onde você e Ross estão, e que, ao anoitecer, quer encontrar os dois na floresta, caso contrário irá ordenar que ataquem a casa e exterminem todos.
Ross cerrou os punhos.
- Quem Márcia acha que é para liderar a minha Liga? Eu ainda sou o líder. Aqueles homens devem obediência a mim.
Michael riu.
- Ah, sim. Uma liga de caçadores treinados para matar vampiros e outras criaturas vão seguir as ordens de um vampiro! Acorde, cara. Seus dias de caçadores acabaram. Agora você é a caça.
Ross se levantou, e sem dizer nada começou a andar de um lado para o outro.
- Precisamos de um plano. – Começou ele, como se estivesse falando sozinho. – Essa tática de confronto direto que Márcia está tentando usar... Scorpion fazia isso.
- Acho que Courtney, Selena, Mia e Pérola deveriam ficar em casa. – Sugere Drake. – E o resto de nós irá enfrentar a Liga com vocês dois.
- Nada disso! – Protesta Mia. – Se o Logan for, eu vou também. Não vou ficar aqui de braços cruzados.
- Tá louca? – Diz Logan, encarando-a. – Você fica aqui com as outras garotas. Nós vamos dar um jeito na Liga.
- Não – interrompe Ross. – Ninguém deve ficar na casa. É uma armadilha. Enquanto Márcia estiver tentando nos distrair, caçadores atacarão a casa e levarão todos que estiverem aqui como reféns.
- Como faremos, então? – Pergunta André, segurando a mão de Pérola.
Ross parou de andar, olhando para cada um dos presentes. Dava para ver o caçador dentro do vampiro, analisando as possibilidades.
- Precisamos enganá-los. – Começa ele. – Drake... Você deve levar Courtney pra longe daqui e protegê-la. Ligue para Annelise Campbell, a bruxa. A casa dela é bem isolada. Leve Courtney para lá.
- Sim, senhor. – Disse Drake, puxando Courtney com ele.
- Até mais, gente! – Gritou ela, acenando.
- Muito bem... André, você e Pérola devem ir para o centro da cidade, e fiquem de olho em qualquer movimentação suspeita. Levem armas. Caso consigam descobrir o esconderijo de Márcia, nos avisem imediatamente.
- Ok. – Diz André. – Mas não podemos atacá-los no centro da cidade.
- Exato – diz Ross. – Eles também não podem atacá-los no centro da cidade.
- Eu não gosto de armas de fogo. – Diz Pérola. – Sou contra.
- Use alguma coisa que corte, então. – Responde Ross, dando de ombros. – De preferência dentes de lobo.
- Tá ok, e a gente? – Pergunta Mia, indicando Logan e ela mesma.
- Vocês... Poderiam ficar aqui e surpreender os caçadores. Eles não sabem que vocês estarão esperando por eles.
- Certo. – Diz Logan. – Mia, vamos armar uma emboscada.
- Selena e John – continua Ross. – Vocês podem vir comigo e Stacy?
- Já é. – Di John, com um sorriso torto.
- Michael? Está com a gente?
Ele sorriu.
- Eu não perderia essa guerra por nada.
- Deus do céu... – Murmura Selena, me encarando. – O que vamos vestir, Stacy?
Eu ia responder, quando vi que horas eram no relógio da parede.
Estremeci.
- Falta pouco para amanhecer... – Murmurei. – Preciso de um abrigo. Agora.
Selena e Mia se apressaram em trancar as janelas de um dos quartos e colocarem cortinas pesadas sobre elas.
- Se tranque aí e não se preocupe com nada, amiga. – Diz Selena, com uma piscadela. – Vamos cuidar de tudo.
Ross me deu um beijo rápido.
- Você não vai ficar comigo? – Perguntei, apreensiva.
- Eu não posso. Temos que deixar tudo pronto até o anoitecer. – Diz ele, passando a mão no meu rosto. – Vai dar tudo certo. Confie em mim.
Ele fechou a porta, e eu suspirei.
É claro, Ross era um vampiro vivo. Ele podia sair ao sol. Só eu tinha que ficar trancada como um cubo de gelo que poderia derreter no calor lá fora.
Pelo menos eu tinha o diário na bolsa para me entreter.
Só me restava esperar.

***
- Stacy? – Ouvi a voz de Selena do outro lado da porta. – Eu trouxe algumas roupas.
- Pode entrar. – Digo, ascendendo um abajur.
Já estava escurecendo.
- Olhe as botas que eu te comprei – diz ela, ansiosa. – E comprei conjuntos de sobretudo e vestidos fantásticos para nós duas.
Acabei dando um sorriso.
- Como você pode se preocupar tanto com roupas, garota? Logo agora...
Selena sorriu e rodopiou pelo quarto.
- Aprendi com você. Se for para a batalha, vá vestida para matar.
Nos trocamos, e Selena até me maquiou.
- Sua pele é absolutamente perfeita. – Disse ela. – nem todos os cremes do mundo deixam uma pele tão reluzente e lisa, sabia?
- Também, né? – Digo. – Se além de morta eu tivesse espinhas seria complicado...
Rimos. Coloquei o diário na bolsa que Selena trouxe. Eu não queria me separar dele.
Ross entrou no quarto.
- Stacy... Está na hora.
Sorri para ele, mas ele parecia tenso.
- O que houve? – Pergunto. – Alguma coisa deu errado?
- Apenas faça o que eu disser. – Sussurrou ele no meu ouvido.
- Todos prontos? – Pergunta Michael, na porta do quarto.
- Mais do que prontos. – Responde Ross, disfarçando a apreensão de um minuto atrás com um tom confiante.
O segui enquanto saímos para a noite, com um pressentimento terrível dentro de mim.

***
John, Selena, Michael, Ross e eu marchamos para a floresta. Michael nos guiou até uma espécie de clareira.
Márcia já estava lá.
Minhas presas formigaram.
Ela ainda usava a roupa vermelha de vadia, que ela provavelmente havia adotado como uma espécie de uniforme, aposto que imitando algum filme. Também trazia a mesma espada esquisita. E uma cicatriz na bochecha.
Ponto pra mim.
Mas haviam caçadores. Muitos deles.
Eu podia ver suas silhuetas em volta da clareira, todos armados e prontos para atacar ao sinal dela.
- Que bom que chegaram. – Disse ela, examinando as unhas. – Não queria ter que atacar a casa dos lobos. Não seria tão emocionante. Gosto de confrontos diretos.
- Que diabo você acha que está fazendo, Márcia? – Diz Ross. – Colocando minha própria Liga contra mim?
- Sua Liga, Ross? Essa Liga deixou de seguir as suas ordens no momento que você passou para o lado dos sanguessugas. E eu cheguei a chorar por você, chorar pela sua morte...
Ross suspirou.
- Eu não estou morto. E você disse para a Stacy que me amava. Se me amou algum dia, desista dessa loucura e...
- Não! – Gritou ela, de repente. – Eu amava um homem, não um monstro. Eu preferia mil vezes que você estivesse morto, Ross Christie. E pretendo fazer isso. Justamente porque sei que, no fundo, você também preferiria.
Dei um pigarro e a encarei.
- Olha, sua débil... Quer mesmo continuar com isso? Scorpion era mais esperto do que você, e se ferrou feio. Você, então, vai virar picadinho em dois segundos.
Márcia sorriu.
- Você não sabe de nada, vampira. Agora eu estou no comando. Eu sou a caçadora de monstros dona do império mais poderoso da face da terra, e tenho muitos soldados. E hoje vou limpar Fatalville de cada criatura repugnante e não humana que vive aqui!
- Heil Hitler. – Murmurou John, com um assobio fino.
Ross balançou a cabeça, quase com pesar.
- Você não me deixa outra escolha...
Foi tão rápido, que nem eu que estava ao lado dele vi direito.
Uma bomba de fumaça, enchendo o ar com uma névoa espessa que fez Márcia e os caçadores tossirem, além de ficar difícil até pra mim enxergar em volta.
Ross me empurrou.
- Stacy, corra! Fuja o mais rápido que puder!
Hesitei por um segundo e comecei a correr, sem direção, ouvindo caçadores gritando e atirando por todos os lados, perdidos na fumaça.
Eu só sabia que aquilo não estava no plano.

CONTINUA

3 comentários:

  1. nossa preciso muito saber o que vai acontecer no próximo capitulo!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Eu vou ficar louca se não ler o proximo capitulo. Parabens Giovanna, sou a sua maior fã. Bjinhos

    ResponderExcluir